Enteroscopia por Cápsula

A cápsula endoscópica é um exame simples, que revolucionou a avaliação do intestino delgado, em especial nos pacientes com sangramento gastrointestinal de causa não identificada na endoscopia digestiva alta e na colonoscopia.

Foi criada baseada na tecnologia militar, a partir da idealização de um “míssil”, que em miniatura pudesse viajar ao longo do trato gastrointestinal, transmitindo as suas imagens. O seu tamanho é semelhante ao de um comprimido, podendo ser facilmente deglutida.

Apresenta inúmeras vantagens por permitir a avaliação do intestino delgado sem sedação, insuflação ou exposição à radiação, obtendo-se imagens de boa a excelente qualidade (cerca de 55 mil imagens em oito horas de exame). Pode ser realizada ambulatorialmente, com mínimo desconforto, em adultos e crianças maiores, e sem risco de transmitir infecções, uma vez que é descartável. As limitações são poucas e têm sido relacionadas com a incapacidade de oferecer tratamento ou de localizar precisamente o sítio da lesão, e o risco de retenção desta em locais de estreitamento.

A indicação mais freqüente é o sangramento gastrointestinal obscuro, ou seja de origem desconhecida, que não foi identificado na endoscopia digestiva alta e na colonoscopia.


Dúvidas frequentes

O preparo é realizado na véspera do exame e consiste em uma dieta especial, sem resíduos e no uso medicamentos laxantes. Estas informações serão oferecidas durante a marcação do exame.

A maioria das medicações pode ser continuada, mas algumas podem interferir com o preparo ou com o exame. Informe ao seu médico as medicações que esteja fazendo, como medicamentos para diabetes (insulina e hipoglicemiantes orais) ou medicações que contenham ferro.

O paciente ingere a cápsula endoscópica, como um comprimido, com a ajuda de um copo de água. Alguns eletrodos são conectados no corpo do paciente e este pode retornar a sua residência. Entre 6 e 8 horas após a ingestão da cápsula ele retorna à Gastroendo para retirar o equipamento. A cápsula é eliminada nas fezes e é descartada.

O exame tem uma duração média de 8 horas. No entanto, 2 horas após o início do exame ele pode beber líquidos claros, como água de coco e sucos claros coados. Quatro horas após a deglutição da cápsula o paciente pode se alimentar.

A cápsula é eliminada espontaneamente nas fezes, sendo descartada.

São muito raras as complicações relacionadas a este exame. Eventualmente pode ocorrer a impactação da cápsula em uma área de estreitamento do trato gastrointestinal, sendo muito rara a necessidade de retirada cirúrgica.