Em busca de novos hábitos saudáveis



O que é um hábito?

O hábito, segundo Cabral e Nick (2000), é um padrão adquirido por aprendizagem social, relativamente estável, facilmente evocado e difícil de eliminar.  Hábitos são maneiras de se movimentar, pensar, agir e/ou sentir que se dão repetidamente com a gente.

Por que é difícil adquirir um novo hábito?

Adquirir novos hábitos pode muitas vezes significar abrir mão de hábitos antigos. Essa, por si só, penso ser a maior dificuldade. Os hábitos normalmente são cooperativos, pois acabamos economizando energia em situações do cotidiano, uma vez que não precisamos investir a todo o momento em uma nova forma de reagir. Graças a isso, eles nos auxiliam a realocar energia para situações que podem nos exigir mais dela. Entretanto, nem sempre um hábito é essencialmente bom para a gente. Alguns deles podem ser condenados, trazendo danos a nossa saúde. Podem, inclusive, ser nomeados de várias formas, como por exemplo, vícios, manias, cacoetes, etc.

Como faço para deixar um velho hábito?

Para abdicar de um velho hábito, é preciso investir bastante energia, já que ele passa a fazer parte de nossa personalidade e nosso esforço consciente pode não conseguir mudá-lo de maneira tão simples. É preciso um processo de autoconhecimento, atrelado principalmente ao desejo de mudar.

Alguém pode ajudar?

O psicólogo é o profissional mais indicado para auxiliar essa mudança. Durante o trabalho psicológico, construímos juntos o entendimento do sentido e dos desdobramentos de mudar um velho hábito na vida da pessoa. Sem essa compreensão, mudar fica sem propósito, podendo sua motivação diminuir cada vez mais e o objetivo ficar ainda mais longe, mesmo que de forma não-consciente. Tendo em mente todos esses aspectos, mudar se torna cada vez mais possível.

“Para mudar nossos hábitos, primeiro temos que assumir o compromisso profundo de pagar o preço que for necessário” (William James).